Programação para crianças: 9 habilidades desenvolvidas ao aprender o “novo inglês”

9 minutos para ler

Já faz tempo que pais e mães reconhecem a importância do inglês para o desenvolvimento pessoal e profissional dos seus filhos. 

O estudo de uma língua usada a nível mundial tem como finalidade dar bagagem para as crianças em seu futuro, para que elas possam ter mais oportunidades.

E se nós te dissermos que surgiu um novo inglês? 

Não, não estamos falando do espanhol e nem mesmo do mandarim, o idioma de negócios dos chineses. A outra língua universal do momento, na verdade, é a programação para crianças.

Com o desenvolvimento de empresas e postos de trabalho cada vez mais voltados para o uso de tecnologia, a indústria de tecnológicas cresceu muito. 

E, por trás dessas oportunidades, existem muitos profissionais bem remunerados, desenvolvendo soluções inteligentes e abrindo portas para um futuro mais prático.

E o que todas essas pessoas têm em comum? Elas “falam” o segundo inglês.

A importância da programação para crianças

A programação se tornou algo importante para as crianças pelo fato de que, cada vez mais, os trabalhos do futuro estarão ligados ao desenvolvimento de tecnologias.

Para as crianças, o maior benefício da programação é a possibilidade de entender ainda mais sobre suas distrações favoritas

Com noções de programação, os jovens são capazes de entender como seus jogos favoritos foram criados e qual é o segredo por trás do funcionamento de aplicativos, e esse tipo de curiosidade é bem comum nas gerações mais novas.

A indústria de tecnologia funciona em um ritmo diferente. Muitas ideias fantásticas saíram de computadores pessoais de jovens entusiastas da computação e da programação.

Estamos falando de um segmento que estimula o autodesenvolvimento de habilidades e a busca ininterrupta pelas melhorias. 

Essa resiliência na busca pelo aperfeiçoamento é uma virtude que os jovens podem absorver quando tem uma vivência no universo da programação.

Essa vivência não traz apenas resiliência. A imersão na programação faz com que as crianças desenvolvam melhorias em seu raciocínio lógico, matemático e até mesmo linguístico.

Mesmo que seu filho não desenvolva interesse pelo segmento de programação, os ensinamentos da disciplina ajudam no desenvolvimento de conceitos que vão contribuir para o restante da vida.

Quais são as habilidades desenvolvidas ao aprender programação?

Além das habilidades intrínsecas da programação, os estudantes que têm contato com este assunto conseguem desenvolver um conjunto de habilidades e posturas que serão utilizadas pelo resto da vida.

1) Raciocínio lógico

A programação exige que o aluno pense de forma lógica, tanto para encontrar a solução mais viável em seu código quanto para compreender os erros que estão impedindo seu sucesso.

Veja também: Lógica para crianças: como desenvolver essa habilidade desde pequeno

As crianças são convidados a pensar de uma maneira muito mais crítica, tendo a lógica como principal guia para desenvolver seus raciocínios. 

Este tipo de habilidade é muito bem-vinda não só para os programadores mas também para outros campos profissionais, como as engenharias e o direito.

2) Organização 

A programação exige camadas e camadas de código até que um produto seja desenvolvido por completo, seja ele um app super completo ou sisteminha simples. Essa estruturação das informações pede organização por parte dos estudantes.

Uma das piores coisas no universo da programação são os chamados códigos sujos, que são conjuntos de ordem de programação que estão repletas de comandos que não funcionam ou que não foram deletados. 

Para evitar esse tipo de problema, os programadores são orientados a serem muito organizados com seu trabalho.

E é inegável que despertar a consciência das crianças sobre a importância de ser organizado é um ponto muito positivo. 

Às vezes, um desafio de programação pode ensinar muito mais sobre organização do que um quarto totalmente arrumado!

3) Solução de problemas com abstração

Jovens que aprendem programação conseguem desenvolver problemas de forma abstrata, ou seja, eles conseguem solucionar questões simplificando caminhos. 

Isso acontece porque o programador consegue mentalizar de forma sistemática uma série de passos que o conduz à solução do problema.

Com isso, a capacidade de raciocínio se eleva e as crianças começam a desenvolver um jeito de pensar no qual elas só colocam a mão na massa quando já tem uma bela carga de informações que irão ajudá-los na solução do problema. 

caminhos educacionaisPowered by Rock Convert

E sabe qual é o resultado disso? Crianças que enxergam além e conseguem pensar em soluções mais eficazes em menos tempo. 

4) Trabalho em equipe

No universo da tecnologia tudo é feito em equipe, por isso, crianças que têm contato com a programação começam a aprender desde cedo o valor do trabalho em equipe. 

E mais do que aprender que a união faz a força, as crianças começam a desenvolver mais respeito, empatia, capacidade de organização social e resolução de conflitos. 

Outras habilidades desenvolvidas com a programação

ensino de programação para crianças

Aprender programação pode ajudar seu filho a desenvolver diversas habilidades, como as listadas acima. Mas elas não são as únicas, veja outros skills que a programação contribui para o desenvolvimento:

  1. Criatividade;
  2. Capacidade de escrever;
  3. Domínio da língua inglesa;
  4. Persistência.
  5. Domínio das frustrações e melhor entendimento dos erros.

3 principais benefícios futuros de aprender a programar

Veja alguns dos benefícios futuros – além das habilidades – que as crianças conquistam ao aprender programação.

1) Mais oportunidades no mercado de trabalho

A programação deverá ser cada vez mais exigida nos postos de trabalho, ainda mais neste contexto de alto desenvolvimento tecnológico. 

Uma criança que se torna um adulto com forte base de conhecimentos em programação terá mais sucesso ao buscar uma vaga em uma grande companhia tecnológica.

2) Ampla área de atuação

Programação não é tudo igual. As diferentes linguagens de programação dão origem a diferentes produtos, e essa diversidade amplia o mercado de trabalho. 

Além disso, um programador pode trabalhar ensinando crianças a programar ou desenvolvendo o celular mais moderno do planeta. As opções de trabalho são grandes e devem se tornar ainda maiores nos próximos anos.

3) Liderança e capacidade de encabeçar projetos

Profissionais que possuem boas noções de programação conseguem desenvolver as habilidades citadas acima, sendo que muitas delas são muito exigidas dos líderes do universo corporativo.

Com isso, o ensino da programação pode auxiliar no desenvolvimento de liderança, coordenação e organização de trabalho, o que potencializa o jovem a ser um líder de sucesso, capaz de encabeçar projetos, desenvolvê-los com primazia e, claro, sem esquecer de um ambiente de cooperação. 

5 plataformas para o seu filho aprender programação

Agora é hora de analisar algumas das principais plataformas e sistemas de aprendizado de programação. 

Todas, é claro, são focadas no público infantil, ou seja, são desenvolvidos para estimular o aprendizado respeitando as limitações e ajudando no desenvolvimento do interesse pelo tema. 

1) Scratch

Talvez a mais famosa plataforma de ensino de programação para crianças. Ela é aberta e gratuita e foi desenvolvida pelo MIT, importante universidade norte-americana. O Scratch é usado para ensinar lógica de programação para as crianças há algum tempo, sendo seu grande atrativo o visual atraente para os pequenos e sua estrutura simples de usar. 

2) Blocky

O Blocky usa a lógica de programação em blocos para ensinar os princípios da edição e criação de códigos. 

Ele foi desenvolvido pelo Google e tem como diferencial a possibilidade de mostrar ao usuário o resultado de seu código em diferentes linguagens de programação, como Python, PHP e JavaScript. 

3) Minecraft

Minecraft? Mas isso não é um jogo?

O jogo que não só mexia com a imaginação e criatividade da criançada agora também possui uma versão educativa.

Nela, existe um modo para que a criança faça o personagem se mover, movimentar blocos, pegar a lã de ovelhas, entre outras ações, com comandos.

Também é possível editar o código do jogo manualmente em JavaScript.

O Minecraft é utilizado no ensino de programação para crianças no Ensino Fundamental 1 do Objetivo Sorocaba.

4) Tynker

É conhecido como um dos melhores sites do mundo no ensino de programação para crianças. Através do uso de uma linguagem de programação visual, no Tynker fica fácil criar projetos e games super originais! 

A ferramenta é constantemente utilizada pelas nossas turmas de Ensino Fundamental 1 e 2, o que resulta em alunos com uma base sólida de programação e pensamento computacional.

5) Khan academy

Plataforma com método de ensino de programação envolvente, com vídeos curtos e cria um ambiente onde a criança é recompensada pelos seus avanços através da gamificação.

Conforme o progresso de aprendizagem, qualquer um podem se tornar um tutor e auxiliar usuários menos experientes.

A plataforma é utilizada pelo no Objetivo Sorocaba nas turmas de Ensino Fundamental 2.

A programação para crianças vai além dos benefícios de saber uma linguagem

A programação não é chamada de novo inglês à tôa. Seu uso está se intensificando e se espera que, futuramente, saber programar seja tão fundamental quanto saber inglês.

Sendo assim, é importante analisar a programação como uma disciplina extracurricular que pode agregar muitos valores e ensinamentos para uma criança, contribuindo inclusive para a melhoria do seu desempenho escolar e raciocínio.

Gostou do nosso conteúdo? Então, visite e navegue pelo nosso blog para encontrar mais dicas, curiosidades e informações importantes sobre educação para crianças e adolescentes!

Posts relacionados

Deixe um comentário