Como escolher uma escola de educação infantil? 14 fatores-chave

9 minutos para ler

Uma das maiores preocupações dos pais de crianças pequenas é como escolher a escola  infantil.

A educação das crianças pequenas não envolve apenas aspectos pedagógicos, apesar de estes serem parte fundamental do processo de decisão.

É preciso olhar além do que a criança aprende.

Temas como segurança, acessibilidade e o processo de adaptação se apresentam como importantes pilares para construir a melhor escola de educação infantil para o seu filho.

Cabe aos pais construírem um processo de descobrimento das escolas, conhecendo melhor o que elas têm de oferecer de benefícios para as crianças.

Nesta etapa da vida, são necessários muitos cuidados, portanto, separamos 14 fatores-chave para que você possa escolher uma boa escola infantil para os seus pequenos!

1) Método educacional 

Apesar do método de ensino e linha pedagógica não serem os únicos pontos que pesam em como escolher a melhor escola infantil, é inegável que estamos falando de um fator-chave.

A metodologia adotada pela escola e a forma como ela é aplicada são muito importantes, especialmente para as crianças entre 4 e 6 anos, que estão intensificando seu processo de aprendizagem e iniciado os primeiros passos na alfabetização.

Escolas como o Objetivo Sorocaba possuem métodos de ensino modernos e uma linha pedagógica que privilegia o aprendizado de forma natural, no qual as crianças aprendem e exploram seus potenciais na mesma proporção.

2) Processo de adaptação

Essa dica é muito importante para os pais de crianças entre 0 e 4 anos.

Nesta faixa etária, a ruptura da proximidade com os pais não costuma ser tão simples.

Algumas crianças mais apegadas podem ter dificuldades em aceitar a mudança, por isso, o processo adaptativo deve ser valorizado.

Procure descobrir como é feita a adaptação, quais são os profissionais envolvidos e que tipo de estratégia a escola adota para deixar as crianças mais calmas e fazer com que elas se integrem ao novo ambiente.

3) Qualificação dos profissionais

Lidar com crianças pequenas pode ser algo simples de se fazer na sua casa, contudo, quando se fala de um grupo, é preciso estar preparado.

A qualificação dos profissionais da escola (e aqui englobamos professores, cuidadores e coordenadores pedagógicos) é um ponto fundamental de se avaliar na hora de escolher uma boa escola de educação infantil.

É possível saber mais sobre os métodos utilizados e a forma de relacionamento que esses profissionais estabelecem com a criança ao conferir como a escola funciona de perto.

4) Faça visitas 

Para melhor averiguar a qualificação dos profissionais e a qualidade do ambiente, nada melhor do que uma visita.

Conhecer o local onde seu filho pequeno vai passar boa parte de seu dia pode ser uma tarefa que exige um espaço na agenda, contudo, é ideal saber quais são as condições de um local tão importante para o crescimento e desenvolvimento de uma criança.

5) Conheça o coordenador pedagógico durante a visita

Já em relação ao coordenador pedagógico, ele é uma peça muito importante para você analisar como a instituição pensa a educação das crianças e executa esses processos.

É muito importante ter contato com essa figura para compreender melhor sobre as metodologias de ensino, os horários, as principais atividades desenvolvidas na escola e como é realizada a integração dos pais com o universo escolar.

6) Localização

Todo mundo sabe que durante a infância os pais precisam estar presentes na escola em diferentes momentos.

Muitas instituições promovem reuniões periódicas, festas de integração e eventos recorrentes para reunir a comunidade de pais e alunos.

Por esta razão, estar próximo da escola é um fator importante, assim, você pode estar presente em momentos importantes para a educação dos seus filhos.

Além desse ponto, não podemos nos esquecer que as crianças pequenas são as que mais exigem aquela famosa “buscada na escola” inesperada, seja por motivos de doença ou cansaço.

Ficar longe da escola pode se tornar um transtorno em casos emergenciais, portanto, mapeie as escolas de seu interesse e analise como a localização delas impacta nos seus trajetos rotineiros e locais mais frequentes (casa, trabalho, academia, etc).

Aqui vale uma dica extra sobre localização: ela é um tema que se torna ainda mais fundamental quando se trata de grandes cidades, que costumam apresentar congestionamentos em momentos importantes, como hora da entrada/saída da escola.

7) Higiene

Crianças pequenas se sujam bastante na escola, além disso, podem acontecer alguns “acidentes” após o desfralde.

É importante saber como a escola está preparada para cuidar da higiene das crianças em processos como banho, escovação dos dentes e troca de fraldas. Fique atento(a)!

8) Alimentação

Nas escolas de educação infantil, é rotineiro que sejam servidas refeições, ainda mais para crianças matriculadas em período integral.

caminhos educacionaisPowered by Rock Convert

Por esta razão, as preocupações com a nutrição se tornam peça-chave na escolha da melhor escola para seus filhos pequenos.

O ideal é que a escola tenha o apoio de uma nutricionista no desenvolvimento do cardápio e, de preferência, traga para as refeições alimentos saudáveis, orgânicos e diversificados.

Em nossas casas, sempre queremos ver as crianças comendo bem, a famosa história do “prato colorido e saudável”. A escola precisa fazer parte deste processo de descoberta alimentar.

Veja também: Obesidade na Infância: por que os pais precisam ficar de olho

Em muitos casos, as crianças estarão mais dispostas a experimentar novos alimentos fora de suas casas, em um local onde as outras crianças também estão se aventurando.

Com isso, a escola pode exercer um papel fundamental na correção de alguns hábitos alimentares não muito positivos, como a rejeição a legumes, frutas e verduras durante as horas do lanche e almoço.

9) Participação dos pais

Não há como negar que os pais se preocupam muito com os filhos durante a infância.

Com isso, é importante que os pais tenham voz ativa em processos ocorridos dentro da escola.

A participação não deve ser vista como algo obrigatório e burocrático, mas sim como uma somatória de forças para construir um ambiente mais adequado para as crianças se divertirem e aprenderem.

10) Condições e diferenciais de infraestrutura

Lembra que falamos sobre a importância das visitas?

Elas servem, dentre outras coisas, para que os pais analisem as condições físicas da escola.

Mesmo colégios antigos precisam estar adequados para receber as crianças, de preferência, com todos os procedimentos de acessibilidade para integração de alunos com deficiência.

Vale a pena se informar sobre os diferenciais de cada escola, afinal, nem todas possuem a mesma estrutura capaz de oferecer diversos ambientes e locais para prática de esportes, atividades extracurriculares e pedagógicas.

11) Segurança

E se o assunto é infraestrutura, não podemos fugir do tema segurança. 

Ele é fundamental para qualquer idade escolar, contudo, durante a infância esse tema é um ponto de atenção.

É preciso analisar os recursos de segurança (como câmeras, presença de seguranças e porteiros), assim como a escola se protege contra acidentes.

Mesmo as escolas mais seguras para o mundo externo podem apresentam falhas na segurança interna, como, por exemplo, o acesso fácil para uma piscina ou brinquedos enferrujados em um parquinho.

Fique atento não só à capacidade da escola de se proteger por fora, mas também como ela analisa os perigos de cada ambiente.

12) Embarque e desembarque

A entrada e saída são pontos críticos para muitas escolas. Não são poucas as que passam por problemas de circulação de carros e pedestres nas imediações.

Se a escola consegue fazer algo para contornar este problema, temos mais um grande diferencial.

Aqui no Objetivo Sorocaba, na unidade Portal, foi possível realizar adaptações no trânsito local e construir uma rotatória especial para dar mais segurança aos pais e alunos no momento da chegada e da saída da escola.

13) Converse com outros pais

Em um mundo onde é possível encontrar muita informação, pode apostar que será fácil encontrar grupos de pais que falam sobre a qualidade da escola e compartilham sobre as experiências e a reputação das instituições de ensino.

Porém, lembre-se que seu filho é único. Ouça as opiniões, mas saiba como adaptá-las à sua realidade e a do seu pequeno.

14) Preço

Deixamos o preço para o final pois se trata de uma questão bastante pessoal para cada família, mas que não deixa de ser um fator na escolha de uma boa escola de educação infantil.

É preciso ficar atento aos valores das mensalidades e analisar o que as escolas oferecem versus o que elas cobram de mensalidade.

Todos os pais sabem que a escola precisa caber no orçamento, o que nem todos se lembram é que com uma pequena quantia a mais (às vezes até menor!) é possível encontrar uma excelente escola, basta pesquisar!

Faça a sua melhor escolha

Escolher a melhor escola infantil é uma tarefa que vai exigir um pouco de paciência, muito diálogo e bastante pesquisa.

Contudo, é fundamental que os pais estejam prontos para encarar esse processo, a fim de escolher o que há de mais adequado para seus filhos.

Objetivo Sorocaba está de portas abertas para todos os pais conhecerem mais sobre a pedagogia, estrutura, qualificação dos colaboradores e todos os outros quesitos que consideramos como pontos-chave para encontrar uma boa escola de educação infantil.

Faço-nos uma visita e aproveite para navegar pelo nosso blog para descobrir mais informações, dicas e curiosidades sobre a educação dos seus filhos e o papel da escola!

Posts relacionados

Deixe um comentário